Tag Archive: Redes Sociais


Eu andei fazendo uns posts sobre a copa do mundo e as redes sociais.

Dê uma olhada nessa seção do blog Brainstrom#9: http://www.brainstorm9.com.br/social-media/

Veja que de 10 posts sobre social media, 6 são sobre a copa do mundo.

Além de ser um dado interessante de ocorrências do assunto, é uma boa fonte de pesquisa para complementar o que  a gente vem falando sobre a relação da copa com as redes sociais.

Um abraço

@jleandroxavier

Depois do hit CALA BOCA GALVAO, o craque e camisa 10 da seleção brasileira Kaká foi mais um que, de certa forma, foi impactado e beneficiado com as redes sociais.

Depois de uma boa atuação no jogo todo, no fim, um encontrão e uma expulsão!

Pra quem acha difícil de acreditar, com toda aquela imagem de bom moço, o Kaká foi posto pra fora de campo. Mas, o que eu quero analisar aqui é a questão da imagem do jogador. (Ela é tão sólida que a reação nas redes sociais foi de total apoio ao jogador.)

Esse caso ocorreu mais como um teste de imagem do que qualquer outra coisa. Como disse antes, talvez o Kaká seja um dos jogadores com a imagem mais bem construída do futebol mundial. Entre baladeiros e marrentinhos, ele se destaca pela sua ligação com a igreja e sua “suposta” virgindade até o momento do casamento.

Um episódio desse poderia facilmente por em crise a imagem de qualquer jogador de futebol, ainda mais se fosse esse jogador com perfil de um Adriano, o imperador, por exemplo. Mas no caso do Kaká, o que podemos afirmar é que a imagem que ele vem construindo ao longo de sua carreira foi tão sólida, que todos os comentários no twitter e facebook foram a favor do jogador.

Além de serem a favor, alguns comentários fervorosos condenavam a atitude do juíz e questionavam a FIFA sobre uma possível punição ao trio de arbitragem. Mas, de arbitragem a gente não pode falar aqui, ainda mais sobre o jogo de ontem, né Fabuloso?

Sobre o assunto:

http://www.product-reviews.net/2010/06/21/kaka-red-card-social-media-reacts/

Um abraço!

@jleandroxavier

Engajamento

Hoje descobri que criar conteúdo, curar este conteúdo, verificar a credibilidade dele não vale nada se você não faz as pessoas comentarem e debaterem sobre ele.

Pra isso, vou mergulhar no universo do engaje: http://www.briansolis.com/2010/06/engage-was-written-to-help-you-find-answers-in-social-media/

Abraço

@jleandroxavier

Olá, buenos dias.

No momento estou envolvido em metodologia de pesquisas em Redes Sociais. Como é uma prática ainda incipiente, estou reunindo algumas considerações e referência sobre o assunto.

Como as grandes redes de pesquisa de mercado estão se posicionando em relação as Redes?

Elas monitoram ou ignoram?

Gostaria de opiniões.

Sobre o assunto:

http://www.institutoqualibest.com.br/metodologia-pesquisa-redes-sociais

http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/06/15/internauta-brasileiro-lidera-uso-de-rede-social-em-todo-o-mundo/

http://www.midiassociais.net/2010/04/redes-sociais-criam-novos-instrumentos-e-possibilidades-para-a-orientacao-das-decisoes-de-consumo/

Abraço

@jleandroxavier

Ética 2.0

Até onde podemos ir nas Redes Sociais sem fazer pegar mal?

Podemos escrever algo sem fonte? Podemos apagar algum post que foi pelo canal errado?

A ética é um conjunto de códigos de conduta que foi sendo cunhado ao longo da história da sociologia da humanidade. Nasceu lá na Grécia antiga, com aqueles livros de epopéias, e serviram de referência para toda literatura e teorias que foram criadas e cunhadas sobre ética.

No universo 2.0, que é movimentado pelos agentes sociais, essa ética também flutua nessa atmosfera. Mas de uma forma diferente.

Nas redes sociais a proliferação das notícias, causos, fofocas e gafes é ainda maior. E, ainda, há a amplificação do efeito “sandálias da humildade”. Ou seja, se você erra no twitter, facebook, ou algo do gênero, e tenta apagar e consertar isso sem assumir, alguém vai olhar pra isso em algum momento e crucificar você pelo erro.

Creio que os profissionais da área de Relações Públicas estão enfrentando um novo cenário e uma nova maneira de gerenciamento de crise pessoal.

Enfim, como estamos ainda engatinhando nessas plataformas e universos 2.0, minha intenção com esse post é levantar uma discussão saudável sobre o assunto e levantar referências teóricas que são escassas nessa categoria.

Sobre o assunto:

http://ronntorossian.com/category/pr-20

Ronn Torossian é fundador-presidente e CEO da 5W PR, agência de Relações Públicas nova iorquina.

Sabedoria Popular: “As coisas tomam a dimensão que você dá pra elas.” (via @ricardo_rabello)

Abraço

@jleandroxavier

Olá, boa tarde.

Nessa época de Copa do Mundo, todo mundo se pega relembrando situações e momentos que marcaram de copas passadas. Onde eles estavam naqueles dias, quais foram suas reações, comemorações e lamentos.

Pela minha bagagem e idade, lembro nitidamente das copas de 94, 2002, 2006. E, em relação a essas, posso afirmar: Nunca houve uma amplificação tão grande de tal evento em decorrência das redes sociais.

Basta o atacante por a bola na rede, o goleiro engolir aquele frango, o time da casa mostrar raça, que o assunto já vai direto pros trending topics worldwide do twitter.com. A participação do Brasil nessas plataformas se mostra cada vez mais forte e expandida, vide o caso astronômico do CALA BOCA GALVAO, e GALVAO BIRDS.

http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=127840329

O link acima, do npr.org, Omar Gallaga, guru de tecnologia, conta um pouco do sucesso dessa dinâmica da parceria entre as redes sociais e esse evento mundial que é a Copa do Mundo.

Abraço

@jleandroxavier

“…um ambiente que se consolida e se apresenta cada vez mais auto-suficiente, ou seja, os produtos/serviços são desenvolvidos, divulgados, comprados e mensurados dentro da própria rede.”

@jleandroxavier